segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Como é beijar de aparelhos fixos?


Essa é uma das perguntas que ouço no consultório. Alguns adolescentes têm medo de machucar a namorada(o). 
Mas a resposta é simples: esqueça de que está de aparelhos. Quando se beija alguém, é para demonstrar sentimentos e não medo de tratamento ortodôntico. E até hoje nunca vi nenhum relato de que alguém saiu machucado porque beijou ou foi beijado por alguém de aparelho. Um outro conselho que todo mundo dá: não se beija com os dentes !


E se eu estiver usando o Hyrax?
Sem problemas. Esse aparelho não atrapalha mesmo. Eu diria que a condição fundamental para um excelente beijo com aparelhos é a higiene perfeita. Os bráquetes (pecinhas)  dos aparelhos retém muitos resíduos e mais desagradável seria beijar a pessoa amada sem escovar os dentes, não é?
Penso que não há paixão que resista a um terrível mau hálito ou a dentes mal escovados. Principalmente o Hyrax, que retém muitos resíduos na região do parafuso.

E se meu (minha)  namorado (a)  também usar aparelhos? Tem como um aparelho grudar no outro?
Olha, não tem como um aparelho grudar no outro. Só se antes do beijo já existirem pecinhas soltas, fios com pontas soltas ou sobrando. Talvez - veja bem, eu disse TALVEZ - aconteça de um grudar no outro. Mas teoricamente  não há possibilidade.  Vale também o conselho para beijos mais delicados, sem muita pressa, pois caso contrário você pode acabar machucando o outro.


Fique tranquilo. Beijo com aparelho é igual a beijo sem aparelho. O que vale tanto para quem usa como para quem não usa aparelhos é que a escovação esteja bem caprichada. Com hálito gostoso. Disfarçar com balas de hortelã não vale... O mau hálito volta rapidinho.




Ah, esqueci de falar! Não saia por aí beijando todo mundo! Beije somente seu namorado (a)! A variedade de parceiros (as) pode facilitar a contaminação pelo vírus da  mononucleose infecciosa ou doença do beijo. Leia sobre isso em: http://ortodontiaearte.blogspot.com.br/2013/07/a-doenca-do-beijo.html

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Mais uma famosa de aparelho ortodôntico fixo



O mais novo acessório de Isabelle Drummond chamou atenção em sua chegada no Fashion Rio nesta quinta-feira (07): seu aparelho dental. "Coloquei o aparelho há poucos dias, ainda estou me acostumando", diz. A atriz, que é convidada para desfilar para a Coca-Cola Jeans, não economizou nos sorrisos em seu caminho até o backstage.



A jovem está usando um aparelho ortodôntico estético, provavelmente de safira. Não parecia ter grandes problemas. A curiosidade me faz perguntar por que não quis o aparelho lingual...

Sobre a experiência de subir na passarela, Isabelle diz não ficar nervosa: "Não fico com frio na barriga. Desfilar é uma experiência interessante para o ator, é legal passar por situações diferentes". Vale lembrar, que na última novela da atriz "Sangue Bom", da Rede Globo, Isabelle interpretou a supermodelo Giane e já demonstrava talento para o universo fashion.


A atriz é convidada da Coca-Cola Jeans.

Com certeza o sorriso ficará mil vezes mais lindo!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Contenção ortodôntica

O que é contenção ortodôntica?

 A fase de contenção é aquela que se inicia ao retirar os aparelhos fixos. Uma fase muito importante, pois é quando trabalhamos para manter os dentes nas respectivas posições, duramente conseguidas com a aparatologia fixa. A colaboração do paciente é FUNDAMENTAL.

Geralmente as pessoas querem saber quanto tempo usar...
Varia muito, cada organismo tem seu tempo. Depende do problema também... Quanto mais apinhados os dentes eram, mais tempo é necessário a contenção, no mínimo uns 3 anos. Enquanto a pessoa estiver em fase de crescimento a contenção deve ser OBRIGATORIAMENTE  usada.
Os aparelhos de contenção podem ser fixos ou removíveis. Tantos os fixos quanto os removíveis podem ser usados na arcada superior ou inferior.

Contenção  removível:

Contenção removível de acrílico com grampos. Pode ser usada tanto para a arcada superior ou inferior.


Contenções removíveis de várias cores.
Contenção removível estética (arco transparente)


Contenção removível comum, com arco de metal





Contenção fixa:


Contenção fixa - o fio dental deve ser usado com auxílio do passa fio


Contenção fixa higiênica - há facilidade do uso do fio dental


As contenções removíveis são ótimas, pois podem ser retiradas para o paciente se alimentar e higienizar os dentes. Mas o problema é que deixam de usar por achar desconfortáveis e depois reclamam, dizendo que a culpa é do dentista. Se a pessoa usar conforme indicado, não tem como os dentes mudarem de posição!


As contenções fixas também são ótimas, mas ficam "grudadas", e muitas vezes, por melhor que sejam feitas, podem causar damos às gengivas. Alguns pacientes acham que na arcada inferior o dentista "tem" que colocar obrigatoriamente contenção fixa... Não é uma verdade. Pode ser a removível. A maioria coloca (inclusive eu) porque tem medo do paciente não usar e aparecer um belo "apinhamento" nos dentes anteriores inferiores...

Veja como higienizar seu aparelho removível de contenção em: Como cuidar do meu aparelho removível

Esses aparelhos de contenção são basicamente os mais usado hoje em dia. Há vários outros tipos, conforme a necessidade.


sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Escova de dentes especial

Vez ou outra surge uma invenção que promete revolucionar a vida de quem usar.
Já pensou na existência de uma escova de dentes que promete "escovar" seus dentes da forma mais perfeita possível e bem rapidinho?
É o que promete a Blizzident, uma escova impressa em 3D.

A escova.  Olhando daqui parece que difícil será limpar a própria escova.


Segundo o fabricante, a perfeição da escovação feita pela Blizzident é garantida pelo motivo dela ser criada de acordo com a boca da pessoa, pois é feita à partir da digitaçização do formato dos dentes da pessoa. Ou melhor, é feita à partir da digitalização da arcada dentária, respeitando os dentes mal posicionados, as falhas e os defeitos particulares. Isso pode ser feito através do mapeamento digital da boca da pessoa ou do modelo de gesso.

O funcionamento parece ser simples, basta colocar a "escova de dentes"  na boca e ficar mordendo. Com isso cria-se movimentos de vai e vem dos dentes e a escova  irá "escovar". Funciona ao contrário da tradicional, que precisamos fazer movimentos. No caso ela fica encaixada nos dentes e nós é que movimentamos a boca, para provocar o efeito "escovação".

O problema da escova customizada até o presente momento parece ser o preço: cerca de 300 dólares. Como a cotação do dólar é variável, hoje seria por volta de 600 reais o seu valor.  Ah, e também terá que ser acrescentado o valor do mapeamento da arcada dentária.

Os usuários de aparelhos ortodônticos não podem - ao meu ver - usar uma escova dessas, visto que a posição dentária de altera frequentemente. Só depois de terminado o tratamento.

Para crianças também fica difícil, pois estão em fase de crescimento.

Mas se você gostou e  quer uma escova dessas, visite o site oficial da Blizzident: 

www.blizzident.com

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Bráquetes estéticos


São três os tipos de bráquetes considerados estéticos: os de safira, os de cerâmica e os de policarbonato.

Os de safira são bráquetes de cerâmica monocristalina. Ficam quase imperceptíveis e possuem alta resistência.





Na confecção dos bráquetes de cerâmica é usada a cerâmica policristalina. Ou seja, os de safira são descendentes dos de cerâmica, mas melhorados.

Os de safira são mais resistentes à quebra e ao descolamento que os de porcelana e os de policarbonato e requer menos força para a movimentação que o aparelho de porcelana, pois o atrito entre o arco e o bráquete é baixo.
Muitas vezes são um pouco menores e mais finos por serem fabricados com um material mais resistente.

A mecânica de tratamento tanto para os bráquetes de safira, quanto para os de porcelana é igual a dos metálicos. Mas é importante salientar que há casos em que o tratamento com os bráquetes metálicos são mais aconselhados

É uma boa alternativa para pessoas que desejam um aparelho estético  e bonito. A diferença entre os bráquetes de safira é a translucidez e a resistência.Os de safira são mais transparentes e mais duros. Não mancham e podem ser usados com arcos estéticos.
O Tom Cruise fez um tratamento com bráquetes estéticos, mas o arco do aparelho dele era metálico. Hoje em dia pode-se usar um arco estético para que tudo fique mais discreto.

                              Letícia Sabatella usou aparelho estético com o arco também estético. 


 O que pode manchar é o anel elástico de ligadura (borrachinha) que serve para prender o bráquete ao arco. Há "borrachinhas" que prometem não manchar, mas depois de um determinado tempo acabam mudando de cor, nem que seja um pouquinho.
Mas existem também os estéticos autoligados, que não precisam da famosa borrachinha, pois possuem um clipezinho que irá funcionar como tal.
Aparelho estético de cerâmica autoligado. Não precisa de "borrachinha", pois há um clip que fecha-se sobre o arco "apertando". Essa indústria que fornece esse aparelho também fornece o bráquete de acordo com a cor do dente! Não é lindo? Fica mais natural ainda.


Lembro a importância de salientar que há muitas indústrias que fabricam esses bráquetes e que a qualidade deles está diretamente relacionada a fabricação.

Há um outro tipo de bráquete estético, que é o de policarbonato. Confesso que usei e não gostei. Além de quebrar “pedacinhos”, o bráquete solta, amarela e não fica muito bonito. Muitas vezes as pessoas confundem  esses bráquetes estéticos com os de porcelana e acham que tudo é a mesma coisa, até o preço. Mas não... Os de policarbonato são muito mais baratos. Os de porcelana  e safira são bem mais caros, principalmente os de safira, e serão mais caros ainda se forem autoligados.

Esses são os de policarbonato. No início do tratamento são bem transparentes, mas com o tempo tendem a amarelar.



segunda-feira, 16 de setembro de 2013

O sorriso do Ronaldinho

O dentuço mais famoso do futebol deixou de ser dentuço: mudou seu sorriso!
Eu - que sou ortodontista- sempre olhava para as arcadas dentárias do rapaz com um olhar crítico e já planejando mentalmente  um tratamento ortodôntico: cirurgia ortognática porque possuía um sorriso gengivoso, extração de dois pre-molares, aparelhos fixos superior e inferior... Obviamente que eu planejava um tratamento ortodôntico olhando as imagens do jogador na TV e fotos na internet, sendo que SÓ com isso não tem como planejar tratamento de ninguém. Mas é mania de dentista...


Olhando a foto, vejo gengivas inflamadas, dentes com a estética comprometida, dentes superiores não se encaixam nos inferiores...

Mas, afinal de contas, o que Ronaldinho Gaúcho fez para melhorar o sorriso?
De acordo com informações colhidas na TV e internet, foi realizada cirurgia  gengival, do segundo pré-molar superior direito até segundo pré-molar superior esquerdo. Ou seja, foi retirada uma quantidade de gengiva necessária para que o tamanho da coroa dos dentes ficasse maior. Em seguida foram colocadas jaquetas de porcelana em todos os dez dentes: os quatro pré-molares superiores, os dois caninos e os quatro incisivos. Dessa forma se conseguiu que o tamanho das coroas ficasse maior e o sorriso mais alinhado...

Realmente, o sorriso ficou bem mais bonito.
Talvez  Ronaldinho não tenha  feito o tratamento ortodôntico quando criança devido a motivos financeiros. E também não o  fez quando adulto provavelmente  devido a falta de tempo.

Compare o antes e o depois:


Bonito!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

De quem é a documentação ortodôntica?

De acordo com as normas de conduta da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, a documentação é do paciente, se ele PAGOU  por ela.



Calma! Isso não significa que você pode  ficar pedindo a documentação sem mais e nem menos. Sempre que se inicia um tratamento ortodôntico há - provavelmente - um contrato a ser respeitado, direitos e deveres tanto do dentista quanto do paciente.

Direitos do paciente:
1. Ser informado quanto ao plano de tratamento ou seja, o que deverá ser feito durante o tratamento para que se atinjam os objetivos.
2. Ser informado do tempo aproximado de duração de um tratamento. NÃO TEM COMO PREVER COM EXATIDÃO QUANTO TEMPO DURA UM TRATAMENTO ORTODÔNTICO.
3. Ser informado dos custos do tratamento, possíveis aumentos das taxas de manutenção e outros custos, tais como (por ex.) valores referentes  a aparelhos de contenção.
4. Ser atendido corretamente no dia e hora marcados pelo profissional e avisado com antecedência caso o dentista não possa atender.
5. Ser atendido com respeito e consideração.

Deveres do paciente:
1. Manter o aparelho sempre bem higienizado, usando escovas fio dental e colutórios (se for o caso);
2. Não faltar às consultas marcadas pelo dentista, estando ciente que as faltas estarão atrasando seu tratamento e comunicar com antecedência se não puder comparecer à hora marcada.
3. Manter em dia os pagamentos combinados;
4. Alimentar-se de maneira adequada, evitando alimentos que exijam grande esforço de mastigação, o que pode provocar o descolamento dos bráquetes.
5. Respeito e consideração pelo profissional.
6. Não abandonar o tratamento sem dar as devidas explicações ou motivos.

Direitos do dentista:
1. Receber corretamente os honorários referentes ao tratamento;
2. Ter a guarda da documentação enquanto durar o tratamento;
3. Ser notificado com antecedência caso o paciente não possa comparecer ou deseje abandonar o tratamento ou não esteja satisfeito com esse mesmo tratamento.
4. Ser tratado com respeito.

Deveres do dentista:
1. Tratar corretamente o paciente e respeitá-lo, procurando sempre terminar dentro do menor tempo possível o tratamento ortodôntico, salvo exceções;
2. Se o dentista não realizar outros procedimentos tais como cirurgias, tratamentos gengivais e restaurações, deverá encaminhar o paciente para outro profissional;
3. Informar corretamente o plano de tratamento dando uma previsão aproximada de quanto tempo deve durar. O dentista não tem bola de cristal e não sabe dizer exatamente mês, dia e hora da retirada do aparelho.
4. Orientar seu paciente quanto à higiene, fio dental, escova e bochechos;
5. Alertar caso surjam cáries, problemas gengivais/periodontais ou outro problema qualquer.
6. Devolver a documentação odontológica  caso solicitada, ao paciente ou responsável, MEDIANTE RECIBO ASSINADO se o paciente estiver EM DIA com os pagamentos.

Entendido?

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Herpes labial



São pequenas vesículas que aparecem nos lábios e podem se estender para o nariz. É transmitida por um vírus e é altamente contagiante na fase de bolhinhas. Partilhar batom, escovas de dentes, copos, beijar alguém com herpes é a melhor maneira de transmitir o vírus. Evite passar os dedos nas lesões e depois nos olhos, pois o vírus pode causar o herpes ocular.

O herpes labial é recorrente, ou seja, aparece de tempos em tempos. Muito stress físico ou psicológico, muita exposição ao sol,  tpm, baixa imunidade, são condições para o aparecimento do herpes labial. Não tem cura, o vírus fica em seu organismo e de tempos em tempos se manifesta. 

Se você estiver com herpes nos lábios, ou pressentindo que logo terá um surto de herpes, tome ou passe medicamentos específicos para tal. Não siga conselhos de vizinhas ou amigas. Um bom produto seria o Aciclovir ou Zovirax. 

Não use produtos como Omcilon-a Orabase (por exemplo), que é mais indicado para aftas e possui em sua composição corticosteróide, que se for usado em herpes irá disseminar (esparramar) a lesão, piorando o problema. O melhor mesmo é consultar um médico ou dentista.


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Palitos "de dentes"

Esses famosos "Palitos Gina" são destinados - na verdade- para pegar petiscos e não para "palitar dentes". Afinal, na embalagem está escrito que são para os dentes?

Palitos destinados a "limpar dentes"  existem há centenas de anos e provavelmente, são os mais antigos instrumentos de higiene bucal conhecidos em todas as culturas.Palitos delicados e artísticos feitos em prata também foram encontrados e constatou-se que eram da idade Antiga.

Palitos feitos de bronze estavam entre os objetos encontrados em túmulos pré-históricos, no norte da Itália e no leste dos Alpes. Era conhecido também na Mesopotâmia.
É relatado que Agátocles, déspota e tirano siciliano de Siracusa, morreu em 289 a.C. em conseqüência do veneno colocado nos palitos pelo seu escravo favorito.
Para manter os dentes limpos a humanidade, em sua cultura e civilizações, utilizou ou adaptou vários objetos, gravetos, espinhos e ossos são apenas alguns itens da extensa lista exótica de limpador de dentes. No Brasil, por volta do século XIX, utilizavam-se palitos de salgueiro.
A escova de dente, apesar de existir, não era tão difundida.

Observando a necessidade da higiene bucal, o norte-americano Charles Forster buscou planejar algo que facilitasse a higiene dos dentes expelindo os resíduos que se prendiam entre os mesmos. Na décadas de 1840 e 1850, Forster esteve no Brasil, para ajudar nos negócios de um tio que vendia móveis.

Forster, em Pernambuco, encantou-se com a beleza dos dentes das mulheres brasileiras que usavam palitos de salgueiro. De volta aos EUA, contratou um inventor de máquinas que possibilitasse a criação de um equipamento de produção de lascas de madeiras.
Em 1870, já produzia mais de 1 milhão de palitos de dentes  por dia com qualidade e ótimos custos, mas ainda encontrava dificuldades para encontrar o seu público.

 A solução para propagar o seu invento e criar o hábito do uso do palito de dente, Charles Forster encontrou na idéia de contratar jovens para almoçar em restaurantes de Boston e no fim da refeição exigir um palitinho de dente.

Dias depois da encenação “publicitária”, se assim podemos dizer, Forster visitava os mesmos restaurantes munido de seus produtos que logo eram adquiridos para serem ofertados aos clientes do estabelecimento. A tática deu certo, as vendas aumentaram e já estava instituída a necessidade do “palitinho de dente”.
Charles Forster faleceu em 1901, milionário e deixando o filho Maurice como herdeiro do negócio que se tornou rentável em escala mundial. Em 1992, a empresa se fundiu com outro grupo empresarial e atualmente pertence à marca Jarden.

Apesar de tanto sucesso e ainda ser encontrado em alguns lugares junto com saleiros, o palito de dentes JAMAIS deveria ser usado para remover resíduos dos dentes. Eles estão em alguns restaurantes e lanchonetes para outras finalidades, podem ter certeza.

 O palito causa ferimentos nas gengivas, sangramentos e até mesmo gengivites.
Se você estiver em um restaurante e sentir que algo está preso entre os dentes e incomodando, pelamordedeus, não caia na tentação de usar palitos na frente dos outros, mesmo que sejam seus amigos. Nem pense também em usar fio dental na frente dos outros!! Vá para o banheiro, faça um bochecho e remova o incômodo. Para tanto é bom sempre andar com fio dental na bolsa...

A saúde das gengivas e dos dentes dependem do correto uso da escova e fio dental. Veja no vídeo:

video

Se você usa aparelho ortodôntico, mais um motivo para não usar palitos. O seu uso pode danificar seu aparelho. Faça bochechos vigorosos  com água para tentar eliminar os resíduos. Em seguida escove e depois passe o fio dental.



Fontes de pesquisa: Revista Superinteressante e Wikipedia

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Vale a pena pechinchar no dentista?

Se eu quero comprar uma TV nova, saio por todas as lojas possíveis para verificar os preços e comprar uma.
Suponhamos que quero uma TV de 32 polegadas. O valor da TV de 32 polegadas LG é 2x e a de 32 polegadas CCE é 1x. Na pesquisa das marcas, ganha disparado a LG que fabrica excelentes televisores. Mas eu ainda estou achando caro o televisor na loja A. 
Vou então para a loja B e encontro a TV 32" da LG bem mais barata que a TV 32" LG da loja A. Onde comprarei a TV? Prefiro então comprar na loja B, pois é O MESMO PRODUTO.

Pode-se fazer o mesmo com médicos e dentistas?
Vários são os casos de lipoaspiração que não deram certo. E o que aconteceu? A fulana interessada em fazer uma plástica procurou um preço mais barato e o Dr. não estava devidamente preparado para fazer uma cirurgia plástica mais complexa.

Muitas pessoas procuram dentistas dessa forma, chegando na recepção e perguntando:
- O Dr. cobra consulta?
- Qual o valor da manutenção do aparelho? E se eu colocar um aparelho só paga metade?

Muitas vezes as pessoas sequer vão ao consultório e tentam resolver tudo por telefone.

Dentistas não são como lojas de eletrodomésticos e seus produtos não são iguais às televisões.

Existem dentistas que trabalham com amor à profissão e procuram executar serviços o melhor possível.
Infelizmente existem dentistas que executam determinados serviços somente para ganhar um pouco a mais.

Vale a pena pechinchar?
Sim, claro que vale. Mas isso você deve fazer no seu dentista de confiança. Naquele dentista onde você está acostumado a fazer tratamentos sempre e não sair por aí abrindo a boca para todo mundo, para ver quantas cáries tem e "que tipo de aparelho vai usar".

Não se esqueça que um profissional é muito diferente do outro. E que existem muitos tipos de materiais a serem usados para um tratamento odontológico. E que somado a tudo isso há a habilidade, carinho e dedicação de cada dentista, ou médico, ou enfermeiro ou seja lá o que for. Some-se a tudo a honestidade e o caráter de cada um...

Raciocine sobre tudo isso. 
Se for para pechinchar pechinche com quem você já conhece. Informe-se cuidadosamente sobre os profissionais com quem deseja tratar-se, procure fazer tratamento somente com aqueles que forem indicados.

Não caia no truque de aparelho grátis, da manutenção barata...

É isso aí!

Para quem quer ter um belo sorriso pagando pouco:

 https://www.facebook.com/odentistapopular?filter=1

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Clareamento X Aparelhos Fixos

Posso fazer clareamento dentário estando de aparelhos fixos?
Obviamente que não. Se você está de aparelhos fixos, há bráquetes colados. Se há bráquetes colados cobrindo determinada parte do dente, como que o produto químico usado para clareamento irá clarear essa parte escondida? Não temo como!!
O resultado seria uma parte mais clara e um quadradinho mais escuro... É isso que você quer? Claro que não...


Posso fazer clareamento dentário antes de colocar aparelhos fixos?
Se você tem certeza de que vai colocar aparelhos fixos e já está até com documentação ortodôntica pronta, o ideal seria primeiro fazer o tratamento ortodôntico e depois fazer o clareamento. O clareamento deixa o esmalte dentário poroso devido ao produto químico utilizado. Com o tempo a própria saliva se encarrega de resolver esse problema, deixando tudo normalizado.

Mas há exceções, claro...

Por exemplo, você tem manchas de fluorose ou manchas leves de antibióticos ou outra mancha qualquer que provoca em você o medo de sorrir e baixa autoestima. O aconselhado é que você resolva esse problema estético o mais rápido possível e espere pelo menos 1 mês para depois iniciar o tratamento ortodôntico.
E se for o caso, fazer um novo clareamento depois de retirado o aparelho fixo.

Dentes muito manchados de antibiótico tetracilina. Nesse caso grave, muitas vezes o clareamento não resolve o problema, sendo necessário a colocação de facetas. 
do site: http://www.deltadent.es/blog/wp-content/uploads/2011/07/Tetraciclina.jpg



Muitas vezes as manchas são mais discretas, resultados de uma leve fluorose. Mas mesmo assim, se deseja remover as manchas e pretende colocar aparelho ortodôntico, remova antes ou depois de instalados os bráquetes.
Fluorose





terça-feira, 30 de julho de 2013

O que é fluorose?


Todos nós já nascemos com os respectivos germes dentários. Trocando em miúdos, para o leigo: todos nós já nascemos com a "semente" dos respectivos dentes dentro do osso da maxila e da mandíbula. "Semente" essa que irá se desenvolver e nascer na devida época. 

O que causa fluorose é o flúor ingerido, e não o flúor em forma de bochechos ou aplicado em consultórios odontológicos. A fluorose acontece quando o flúor é ingerido em excesso e de forma crônica enquanto o germe dental ainda está dentro do osso, ou seja, enquanto o esmalte dentário ainda está em formação. Acontece de forma simétrica, ou seja, se o incisivo lateral superior direito  for atingido por fluorose, o incisivo lateral superior esquerdo também o será.

Qualquer dente pode ser afetado, tanto os dentes de leite quanto os dentes permanentes. Se uma mulher grávida ingerir flúor em excesso, isso afetará os dentes do feto e não os seus, visto que os seus já irrupcionaram há tempos. O excesso de flúor geralmente causa danos dentários  entre  aproximadamente o  4º mês de gestação até mais ou menos os  8 anos de vida.

A fluorose pode causar manchas de vários aspectos nos dentes, dependendo do quanto de flúor e do tempo que esse flúor foi ingerido.



Essa é uma fluorose simples, apesar das manchas assustarem que as vê. É considerada simples porque apesar das manchas, não há defeitos no esmalte dos dentes. O esmalte está liso.


A fluorose pode ser opaca, ou seja  localizada em determinados locais dos dentes, em forma de manchas brancas opacas superficiais  que podem ser tratadas com microabrasão.



Muitas vezes as manchas podem envolver os dentes totalmente, comprometendo em muito a estética e apresentando também manchas acinzentadas.

Tais casos também podem ser tratados com micro abrasão.


Há casos que a fluorose é intensa e acontece também a porosidade (buraquinhos) do esmalte:




Como é o tratamento?
Obviamente que quem tem fluorose dental, seja de que grau for, sente-se incomodado com a aparência do sorriso. O tratamento varia, de acordo com a grau de severidade que o dente está atingido.

Em caso de fluoroses leves e caso existam manchas cinzas, pode-se fazer a microabrasão e depois o clareamento dentário.
Em caso de manchas mais escuras pode-se fazer a macroabrasão, depois a microabrasão e por fim o clareamento.
Em casos de dentes anteriores severamente atingidos pela fluorose, com cavidades e problemas sérios de esmalte talvez seja necessária uma faceta.

O importante é que hoje a odontologia usa cada vez mais métodos modernos para proporcionar a estética do sorriso.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Você já ouviu falar em grillz?


Grillz é um enfeite interessante, que se usa nos dentes anteriores superiores ou inferiores.  Cobrem os dentes totalmente ou uma parte, pode ser feito de ouro, prata ou brilhantes conforme as posses de quem usa.  penso que devem ser usados para demonstrar o poder de quem usa. São muito vistos em cantores de Hip Hop, jogadores de basquete e rappers.



Madonna, Rihana, Britney Spars são exemplos de famosos que andam usando os grills.


Madonna usa Grills de ouro e diamantes e apareceu recentemente com o enfeite nos dentes. Fotos do instagram da cantora



Rihana e Lady Gaga também não deixaram cair a peteca: apareceram usando seus grills , que valem não menos que 10 mil dólares!
Ao explicar o motivo pelo qual substituiu a arcada inferior por pedras preciosas, Kanye West, sem modéstia alguma, disse que "existem coisas que só as celebridades podem fazer".

Nos Estados Unidos, existem vários blogs que vendem os grillz com moldeiras de silicone que, na água quente, ficam no formato da arcada de cada um.

No site do Mercado Livre encontra-se Grillz à venda por 200  reais, Grillz pré-fabricado:  http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-490157742-grillz-06-_JM

Penso que   ideal é que seja feito no modelo de gesso da pessoa, por um dentista. Dizem que aqui no Brasil o enfeitinho não sai por menos de 8 mil reais cada um (quando feito no modelo do cliente), isso dependendo do tipo de adereços que o dono quer que fique nele estampado.
Eu penso que esse tipo de enfeite deve ser usado sempre com a escovação bem feita para não haver acúmulo de resíduos e mau hálito. Mesmo sendo usado por cantores, penso que a dicção fica bem prejudicada, isso não falando na oclusão que fica alterada. No caso dos Grillz  pré fabricados os problemas são maiores, visto que a adaptação fica bem ruim. Será que as Articulações Têmporo Mandibulares irão aguentar?
Parece que a moda está começando aqui no Brasil. Ainda bem que por enquanto esse enfeite é removível.


quarta-feira, 24 de julho de 2013

Aparelho fixo dá mau hálito?

Essa é uma pergunta comum.
O aparelho fixo possui muitos componentes tais como bráquetes, fios e bandas. Muitas vezes o paciente possui uma ótima escovação antes de colocar o aparelho e depois que coloca a preguiça toma conta. Torna-se então muito complicado escovar, passar o fio dental com passa fio...  O tempo requerido é muito grande, tempo esse que geralmente a pessoa prefere dedicar à internet, filmes e outras atividades que acredita serem  mais gratificantes.

Acontece que placa bacteriana (ou biofilme dental) gosta de aderir em tudo que lhe ofereça retenção: no caso de aparelho fixo, em bráquetes e bandas (anel metálico). O caso piora quando o paciente usa Hyrax ou Haas que é um aparelho semelhante ao Hyrax  que possui um parafuso mais a  resina.Nesses aparelhos se acumula resíduos alimentares e a gengiva fica vermelha, sangrando e ardendo.

Aparelho dá mau hálito?
Sim... Se a escovação for deficiente. Se não houver fio dental.




O que você acha dessa boca?
É a boca de alguém que não escova os dentes e nem usa fio dental.Não faz bochechos com nenhum produto. Provavelmente acha que sua boca é autolimpante. Você acha que o dono da boca acima tem mau hálito? Obviamente que tem, visto que a higiene é péssima. 
Veja que o tártaro acumulou em vários dentes. E é isso que vai acontecer com você se não cuidar, se não escovar direito e nem usar o fio dental. Imagino que não na mesma intensidade, mas os tártaros, cáries e problemas gengivais vão aparecer.
Se houver a presença de aparelho fixo, o tártaro irá acumular com maior intensidade, visto que os componentes do aparelho fixo oferecem retenção.

Aparelhos fixos mal escovados provocam sim mau hálito! Mas veja bem: SOMENTE SE NÃO HOUVER BOA HIGIENIZAÇÃO.

Portanto, escove conforme indicado pelo seu dentista, removendo todos os resíduos. Use o passa fio para conseguir passar o fio dental sob o arco do aparelho. Dessa forma irá melhorar o mau hálito. 
Veja o vídeo abaixo:

video

Em relação aos usuários de aparelhos fixos, quando a higienização é ruim, além do mau hálito há o perigo dos dentes ficarem manchados. Ou seja, nas regiões onde o resíduo fica por muito tempo acumulado, ocorre a descalcificação do esmalte, o que  - se não cuidado - evolui para cáries.


Acima temos o exemplo de alguém que usou aparelho, não escovou corretamente e apareceram muitas cáries. As descalcificações se concentraram principalmente onde antes havia bráquetes. Um descuido muito grande, onde as gengivas estão inflamadas e o indivíduo deve apresentar mau hálito.

Cuide-se.

Mau hálito causa afastamento social, pode prejudicar um relacionamento amoroso, uma entrevista de emprego e talvez até uma amizade.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Fitas clareadoras branqueiam mesmo?




Hoje em dia a procura por dentes brancos é constante. E recebo quase sempre os mesmos pedidos: quero os meus dentes brancos e lindos como os dos atores da Globo.
Eu sempre explico que nem sempre se consegue o "branco" dos sonhos e sim uns tons mais brancos. E faço o clareamento profissional em meus pacientes sempre respeitando o desejo deles, mas dentro do possível e da segurança biológica.

Perguntas que me fazem sempre:

As fitas clareadoras clareiam mesmo?
Sim, clareiam. Elas possuem em seu componente o peróxido de hidrogênio, substância responsável pelo clareamento do esmalte dentário. E também provocam sensibilidade.

Você indicaria seu uso?
Não.

Nessa altura do campeonato a pessoa sempre sorri e diz: "Claro que você não recomenda... Você quer que as pessoas façam clareamento com você, para poder ganhar..."

Minha preocupação é  bem outra...
Vou deixar aqui a parte de um texto escrita pelo Dr Alberto Consolaro, professor titular de Periodontia da USP. Esse texto pode ser lido na íntegra no seguinte endereço: http://www.jcdigital.com.br/flip/Edicoes/15622=21-01-2013/015.PDF

"Em contato com a mucosa, que ao contrário da pele não tem queratina protetora na superfície, o peróxido de hidrogênio potencializa ou ajuda outros produtos químicos, vírus e agentes físicos a induzir o câncer. E não é só na boca, em todas as mucosas como garganta, esôfago, estômago e intestino.

Ao usar o peróxido de hidrogênio como clareador dentário tem que se proteger gengivas e outras partes da boca. Engolir, jamais!


Os danos no esmalte, a saliva e as soluções aplicadas consertam, mas os danos ao DNA podem ser permanentes e só aumentam ao longo da vida e contribuem para o aparecimento do câncer.


Como fazer para clarear os dentes? Clarear dentes requer técnicas e treinamentos profissionais com proteções adequadas e cuidados específicos. Igual cuidar de carros, computadores e telefones. Procure um profissional consciente e treinado que ele deixará seus dentes lindos, claros e brancos, protegerá a sua mucosa e não deixará você engolir o agente clareador químico comprovadamente cocarcinogênico.


Clareador dentário deveria  ser classificado como medicamento, prescrito e aplicado apenas por profissionais em seus consultórios.

Clarear dentes em casa com moldeiras pré fabricadas, enxagues, dentifrícios, princeladas e agora  fitas adesivas "encharcadas" de peróxido de hidrogênio me lembram o Luciano Huck:
- loucura... loucura... loucura!"

Como vocês viram, a minha preocupação com quem faz clareamento caseiro vai muito além de estar com "ciúmes" de clareamentos vendidos em drogarias. É uma preocupação bem séria.
Reflitam.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Periodontite e Doença Cardiovascular

Estudos recentes demonstraram que pode haver uma associação entre doença periodontal e doença cardiovascular.
Periodontite

Bactérias causadoras de periodontite podem estar associadas à endocardites bacterianas e podem também estar presentes na parede de alguns órgãos como nas paredes internas de vasos sanguíneos, fazendo com que apareçam ateromas.

O que são ateromas?
Ateroma é uma camada de gordura que "gruda" na parede dos vasos sanguíneos causando o que se chama ATEROSCLEROSE.

 A ATEROSCLEROSE   que muito se acredita tem sua origem relacionada à hipercolesteremia (taxa de colesterol ruim alta) é influenciada pela inflamação. Inflamação provocada por certas bactérias em determinados lugares do vaso sanguíneo, fazendo com que haja deposição de gordura.

Há fatores de risco que facilitam a formação de ateromas, tais como: tabagismo, hipertensão e hiperglicemia.

 


A  placa de ateroma pode se romper. Nesse caso acontece uma trombose local e acontece então a liberação de trombos. Os trombos podem causar enfarto e AVC (acidente vascular cerebral).

Processos inflamatórios crônicos são fundamentais para se iniciar a aterosclerose. Portanto, é possível que a doença periodontal crônica possa causar a aterosclerose pois ela produz inflamação não apenas local como também sistêmica.

Foi encontrado uma relação entre periodontite grave  e a espessura da camada interna das artérias.
Doenças periodontais e doenças cardiovasculares possuem muitos agentes causadores em comum, tais como o hábito de fumar, a idade e também a presença de diabete melito.
Periodontite grave


A conclusão é que foi encontrado maior gravidade de doença periodontal em pacientes cardiopatas quando comparados ao grupo de pacientes sem problemas.

Portanto, cuide-se!
Problemas bucais influenciam e muito a saúde em geral.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Pensamento do dia







     O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores.

Mario Quintana

segunda-feira, 8 de julho de 2013

A doença do beijo

Hoje em dia é moda beijar todo mundo nas baladas (ou carnaval, ou seja lá onde for).  O menino que beija muitas meninas torna-se popular e com boa fama entre seus amigos. Portanto, um status invejável.
A menina que beija muitos meninos bonitos ou deixa-se beijar por eles também tem um certo status e é invejada pelas colegas.


Afinal, beijar todo mundo é bom?
É bom para o vírus Epstein-Bar (VEB), que se multiplica e se diverte arrumando problemas para bastante gente. Esse vírus é parente do vírus da Herpes, e é transmitido pela saliva. Não só pelo beijo, mas pode ser pelo espirro, tosse, copos e talheres contaminados, enfim através de tudo que é possível ter contato com a saliva da pessoa infectada.

Mesmo tendo sido tratado e no momento estar sem sintomas, o indivíduo  pode ter ainda o vírus escondidinho dentro de sua garganta por quase 18 meses! Um ano e meio! E nesse período pode passar a doença para outra pessoa!

E quais os sintomas?
Você vai achar que "pegou" um resfriado forte. Vai sentir um cansaço enorme, febre, dor de garganta e aumento dos linfonodos do pescoço (ínguas). Também poderá sentir doe de cabeça, tosse, náuseas e dores musculares. Mas o principal sintoma seria o cansaço excessivo.

Para ter certeza de que você realmente está com mononucleose é necessário fazer um hemograma. Ou então um exame sorológico chamado monoteste.


Qual o tratamento?
O tratamento é muito repouso, medicação para as dores, muito líquido. Não existe um remédio específico para a mononucleose. A doença dura por volta de duas semanas, quando o caso clínico espontaneamente se resolve.

Tome cuidado! Beijar todo mundo geralmente resulta em mononucleose, para quem ainda não está imune.
Ficar doente não é legal...



quinta-feira, 4 de julho de 2013

O poder de um sorriso

Minha avó sempre foi muito religiosa e tinha vários quadros de santos esparramados pela casa. E também um oratório com várias imagens. Eu sempre perguntava à ela: "Porque santo nunca sorri?"
Minha avó muito brava respondia que era pecado criticar santos e que santos não sorriam porque a vida deles era de muito sofrimento.

Portanto, eu digo para você: aquele que não sorri passa a imagem de criatura que sofre. Seja sofrimento por não ter dentes, por ser mau-humorada, por estar insatisfeita com a vida  ou por um outro motivo chato qualquer.

Um belo sorriso abre muitas portas. E o que é preciso para ter um belo sorriso? Belos dentes, gengivas saudáveis, bom hálito e  simpatia.
Dentes sem cáries não significam um belo sorriso; é preciso muito mais: usar fio dental, escovar de forma correta a eliminar  resíduos de alimentos.


 Veja a foto acima: os dentes não possuem cáries, estão todos presentes, mas a pessoa não escovou direito,  não usou fio dental, o que causou gengivite. Essa gengiva inflamada sangra com facilidade, é antiestética e causa mau hálito.

Você acha esse sorriso bonito?

Quando você chega em uma loja, você gostaria de ser recebido por um vendedor (a) assim?

Você iria em uma entrevista de emprego assim?

E se você fosse o entrevistador, qual impressão você teria dessa pessoa, por mais simpática que ela fosse?

Quando você comer algo na rua, procure fazer um bochecho. Não tem nada mais aterrador do que sorrir com resíduos nos dentes, o que - pelo menos para mim - causa espanto.
Personalidades famosas cometem esse tipo de erros. Veja o jogador Neymar*.

Bela foto e belo sorriso, não?

Vamos ver de perto:

Percebeu resíduos entre os dentes? Uma "casquinha" no incisivo lateral superior direito? E algo entre o incisivo central superior esquerdo e lateral? Gengivite...

É...

Para as moças deixo o conselho de verificar se os dentes estão manchados de batom, o que é terrivelmente feio. Até a Madonna cometeu essa gafe. Veja foto:



Portanto, meus queridos, a fórmula para o sorriso bonito é a seguinte (torno a repetir): dentes saudáveis + gengivas saudáveis + bom hálito + simpatia. Com isso os rapazes conquistam qualquer menina e as meninas conquistam qualquer rapaz.
Visite seu dentista regularmente.
Se você usa aparelho fixo, o cuidado há de ser dobrado, pois as pecinhas do aparelho retém muitos resíduos.
Use um produto para bochechar, mas ele deve ser usado apenas após a escovação. Não use pensando em disfarçar a falta de higiene oral. Nem use balas de hortelã ou coisa parecida.

Ou você acha que isso não é fundamental?


Se o Luan Santana perder um dente, continua charmoso?


* Fotos do Neymar retiradas do site: http://www.odontoblogia.com.br/curiosidades/neymar-dente-sujo/

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Frenectomia: o que é isso?

Frenectomia é o nome da cirurgia onde se reduz o freio labial que pode ser superior ou inferior, ou então o freio lingual.
E por que se faz isso?
Muitas vezes o freio labial provoca um espaçamento (diastema) entre os dentes por estar em tamanho aumentado (bem diferente do normal). Muitas pessoas não gostam de ter um diastema, e acham esteticamente feio. Procuram então um cirurgião-dentista para corrigir o problema usando aparelhos ortodônticos.

Não é só diastema que o freio pode provocar. Pode provocar problemas periodontais e o acúmulo de resíduos (quando muito grande) - veja na ilustração freio tipo "E".

 Muitas vezes o ortodontista indica a cirurgia para a remoção do freio, pois a presença de um excesso de freio labial poderá provocar - depois de retirado o aparelho- a nova abertura do diastema.

Nem todo freio provoca diastema, claro... Como foi fito, somente os que possuem inserção bem baixa, entre os incisivos ou as vezes, até além deles.


Na foto pode-se ver um freio do lábio superior que se insere entre os incisivos e provavelmente está provocando o diastema. O ideal  é esperar que os caninos superiores irrupcionem para depois se fazer a cirurgia. 


E como é feita a cirurgia?
É uma cirurgia bem simples, com anestesia local, e feita no consultório. Remove-se a parte do freio que está inserida  próxima aos dentes, fazendo com que a inserção desse freio fique mais longe desse local. Depois sutura-se a região.

Nem sempre a causa de um diastema é a presença de um freio que aparenta estar fora dos padrões de normalidade. Aliás, isso causa muitas controvérsias entre os dentistas. Uns dizem ser necessária a cirurgia e outros não. Eu penso que quando a inserção do freio está muito baixa, quase chegando no palato (céu da boca), não tem jeito. Veja o freio tipo "B".


A cirurgia do freio não significa que o diastema se fechará sozinho. Haverá a necessidade de uso de aparelho ortodôntico ou o aumento da coroa dos incisivos com resina ou facetas para resolver o problema.

Após a cirurgia alimente-se com comida pastosa para não forçar a região. Faça bochechos com solução de clorexidina 0.12% (Periogard), pois esse produto ajudará a  higienizar a região e a cicatrização será mais rápida.
Escove os dentes normalmente, com pasta e fio dental.
Com um cotonete embebido no Periogard procure limpar a região das suturas, pois aí acumula muitos  resíduos. Quanto mais "limpinha" a região, mais rápido será o processo de cicatrização.

Provavelmente seu dentista fará todas essas recomendações e pedirá para você voltar dentro de uma semana para remover a sutura (se não usar sutura reabsorvível) ou para ver como está a cicatrização.
Antes disso fique só no Periogard. É melhor evitar Listerine ou outro produto mais "ardido" para bochechos. Depois de uma semana sinta-se livre para bochechar o que quiser.
Terá que parar com o Periogard, pois mais de quinze dias de uso irá provocar manchas nos seus dentes.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Pastas dentais clareiam os dentes?

Pastas dentais que prometem clareamento clareiam mesmo os dentes?

Se você é do tipo de pessoa que raramente escova os dentes, que vive de refrigerantes, bolachas, salgadinhos (de saquinhos), que nunca passa fio dental, toma café a toda hora,  a resposta é SIM.

Após uma escovação bem feita, qualquer dente fica mais branco!




Mas, hoje em dia o comum é ver comerciais de pastas dentais que prometem sorriso branquíssimo e hálito mais do que puro, o que fará você conquistar em segundos a pessoa mais bonita e interessante do mundo.

E qual a verdade por trás desses cremes dentais branqueadores?


Segundo o jornal da ABO (associação Brasileira de Odontologia), os cremes dentais com essa função apresentam abrasivos que exercem um leve polimento superficial nos dentes, removendo manchas SUPERFICIAIS

Esses produtos devem ser vistos como coadjuvantes na manutenção do efeito clareador conseguido com as técnicas realizadas pelo profissional de Odontologia e não como clareadores.

Um lançamento interessante é um creme dental que possui um efeito instantâneo de branqueamento percebido logo após a escovação. A percepção de um sorriso mais branco acontece pela presença de pigmento azul em sua fórmula, este produz uma espuma que forma um filme sobre os dentes.

Conclusão:
Esses produtos podem sim alterar a cor dos dentes, mas não devemos esperar mudanças expressivas. É importante lembrar que o uso desses produtos deve ser alternado com outros de abrasividade menor, para NÃO agredir a camada de esmalte em longo prazo.


Conselho: Nem pense em usar produtos caseiros para branquear seus dentes, tais como o bicarbonato. Se você escovar os dentes com bicarbonato, irá remover a camada de esmalte.
Limão também causa abrasão.
Esqueça essa ideia!


O melhor: Procure um dentista e faça um polimento, uma profilaxia. Faça um clareamento se desejar. E para manter os resultados, use as pastas dentais branqueadoras.

Baseado no  artigo especial "Clareamento, o cartão de visita da Odontologia", do jornal da ABO* (número 125, p. 8 - maio/junho 2010).
ABO*: Associação Brasileira de Odontologia