quinta-feira, 27 de junho de 2013

Frenectomia: o que é isso?

Frenectomia é o nome da cirurgia onde se reduz o freio labial que pode ser superior ou inferior, ou então o freio lingual.
E por que se faz isso?
Muitas vezes o freio labial provoca um espaçamento (diastema) entre os dentes por estar em tamanho aumentado (bem diferente do normal). Muitas pessoas não gostam de ter um diastema, e acham esteticamente feio. Procuram então um cirurgião-dentista para corrigir o problema usando aparelhos ortodônticos.

Não é só diastema que o freio pode provocar. Pode provocar problemas periodontais e o acúmulo de resíduos (quando muito grande) - veja na ilustração freio tipo "E".

 Muitas vezes o ortodontista indica a cirurgia para a remoção do freio, pois a presença de um excesso de freio labial poderá provocar - depois de retirado o aparelho- a nova abertura do diastema.

Nem todo freio provoca diastema, claro... Como foi fito, somente os que possuem inserção bem baixa, entre os incisivos ou as vezes, até além deles.


Na foto pode-se ver um freio do lábio superior que se insere entre os incisivos e provavelmente está provocando o diastema. O ideal  é esperar que os caninos superiores irrupcionem para depois se fazer a cirurgia. 


E como é feita a cirurgia?
É uma cirurgia bem simples, com anestesia local, e feita no consultório. Remove-se a parte do freio que está inserida  próxima aos dentes, fazendo com que a inserção desse freio fique mais longe desse local. Depois sutura-se a região.

Nem sempre a causa de um diastema é a presença de um freio que aparenta estar fora dos padrões de normalidade. Aliás, isso causa muitas controvérsias entre os dentistas. Uns dizem ser necessária a cirurgia e outros não. Eu penso que quando a inserção do freio está muito baixa, quase chegando no palato (céu da boca), não tem jeito. Veja o freio tipo "B".


A cirurgia do freio não significa que o diastema se fechará sozinho. Haverá a necessidade de uso de aparelho ortodôntico ou o aumento da coroa dos incisivos com resina ou facetas para resolver o problema.

Após a cirurgia alimente-se com comida pastosa para não forçar a região. Faça bochechos com solução de clorexidina 0.12% (Periogard), pois esse produto ajudará a  higienizar a região e a cicatrização será mais rápida.
Escove os dentes normalmente, com pasta e fio dental.
Com um cotonete embebido no Periogard procure limpar a região das suturas, pois aí acumula muitos  resíduos. Quanto mais "limpinha" a região, mais rápido será o processo de cicatrização.

Provavelmente seu dentista fará todas essas recomendações e pedirá para você voltar dentro de uma semana para remover a sutura (se não usar sutura reabsorvível) ou para ver como está a cicatrização.
Antes disso fique só no Periogard. É melhor evitar Listerine ou outro produto mais "ardido" para bochechos. Depois de uma semana sinta-se livre para bochechar o que quiser.
Terá que parar com o Periogard, pois mais de quinze dias de uso irá provocar manchas nos seus dentes.