terça-feira, 27 de agosto de 2013

De quem é a documentação ortodôntica?

De acordo com as normas de conduta da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial, a documentação é do paciente, se ele PAGOU  por ela.



Calma! Isso não significa que você pode  ficar pedindo a documentação sem mais e nem menos. Sempre que se inicia um tratamento ortodôntico há - provavelmente - um contrato a ser respeitado, direitos e deveres tanto do dentista quanto do paciente.

Direitos do paciente:
1. Ser informado quanto ao plano de tratamento ou seja, o que deverá ser feito durante o tratamento para que se atinjam os objetivos.
2. Ser informado do tempo aproximado de duração de um tratamento. NÃO TEM COMO PREVER COM EXATIDÃO QUANTO TEMPO DURA UM TRATAMENTO ORTODÔNTICO.
3. Ser informado dos custos do tratamento, possíveis aumentos das taxas de manutenção e outros custos, tais como (por ex.) valores referentes  a aparelhos de contenção.
4. Ser atendido corretamente no dia e hora marcados pelo profissional e avisado com antecedência caso o dentista não possa atender.
5. Ser atendido com respeito e consideração.

Deveres do paciente:
1. Manter o aparelho sempre bem higienizado, usando escovas fio dental e colutórios (se for o caso);
2. Não faltar às consultas marcadas pelo dentista, estando ciente que as faltas estarão atrasando seu tratamento e comunicar com antecedência se não puder comparecer à hora marcada.
3. Manter em dia os pagamentos combinados;
4. Alimentar-se de maneira adequada, evitando alimentos que exijam grande esforço de mastigação, o que pode provocar o descolamento dos bráquetes.
5. Respeito e consideração pelo profissional.
6. Não abandonar o tratamento sem dar as devidas explicações ou motivos.

Direitos do dentista:
1. Receber corretamente os honorários referentes ao tratamento;
2. Ter a guarda da documentação enquanto durar o tratamento;
3. Ser notificado com antecedência caso o paciente não possa comparecer ou deseje abandonar o tratamento ou não esteja satisfeito com esse mesmo tratamento.
4. Ser tratado com respeito.

Deveres do dentista:
1. Tratar corretamente o paciente e respeitá-lo, procurando sempre terminar dentro do menor tempo possível o tratamento ortodôntico, salvo exceções;
2. Se o dentista não realizar outros procedimentos tais como cirurgias, tratamentos gengivais e restaurações, deverá encaminhar o paciente para outro profissional;
3. Informar corretamente o plano de tratamento dando uma previsão aproximada de quanto tempo deve durar. O dentista não tem bola de cristal e não sabe dizer exatamente mês, dia e hora da retirada do aparelho.
4. Orientar seu paciente quanto à higiene, fio dental, escova e bochechos;
5. Alertar caso surjam cáries, problemas gengivais/periodontais ou outro problema qualquer.
6. Devolver a documentação odontológica  caso solicitada, ao paciente ou responsável, MEDIANTE RECIBO ASSINADO se o paciente estiver EM DIA com os pagamentos.

Entendido?

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Herpes labial



São pequenas vesículas que aparecem nos lábios e podem se estender para o nariz. É transmitida por um vírus e é altamente contagiante na fase de bolhinhas. Partilhar batom, escovas de dentes, copos, beijar alguém com herpes é a melhor maneira de transmitir o vírus. Evite passar os dedos nas lesões e depois nos olhos, pois o vírus pode causar o herpes ocular.

O herpes labial é recorrente, ou seja, aparece de tempos em tempos. Muito stress físico ou psicológico, muita exposição ao sol,  tpm, baixa imunidade, são condições para o aparecimento do herpes labial. Não tem cura, o vírus fica em seu organismo e de tempos em tempos se manifesta. 

Se você estiver com herpes nos lábios, ou pressentindo que logo terá um surto de herpes, tome ou passe medicamentos específicos para tal. Não siga conselhos de vizinhas ou amigas. Um bom produto seria o Aciclovir ou Zovirax. 

Não use produtos como Omcilon-a Orabase (por exemplo), que é mais indicado para aftas e possui em sua composição corticosteróide, que se for usado em herpes irá disseminar (esparramar) a lesão, piorando o problema. O melhor mesmo é consultar um médico ou dentista.


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Palitos "de dentes"

Esses famosos "Palitos Gina" são destinados - na verdade- para pegar petiscos e não para "palitar dentes". Afinal, na embalagem está escrito que são para os dentes?

Palitos destinados a "limpar dentes"  existem há centenas de anos e provavelmente, são os mais antigos instrumentos de higiene bucal conhecidos em todas as culturas.Palitos delicados e artísticos feitos em prata também foram encontrados e constatou-se que eram da idade Antiga.

Palitos feitos de bronze estavam entre os objetos encontrados em túmulos pré-históricos, no norte da Itália e no leste dos Alpes. Era conhecido também na Mesopotâmia.
É relatado que Agátocles, déspota e tirano siciliano de Siracusa, morreu em 289 a.C. em conseqüência do veneno colocado nos palitos pelo seu escravo favorito.
Para manter os dentes limpos a humanidade, em sua cultura e civilizações, utilizou ou adaptou vários objetos, gravetos, espinhos e ossos são apenas alguns itens da extensa lista exótica de limpador de dentes. No Brasil, por volta do século XIX, utilizavam-se palitos de salgueiro.
A escova de dente, apesar de existir, não era tão difundida.

Observando a necessidade da higiene bucal, o norte-americano Charles Forster buscou planejar algo que facilitasse a higiene dos dentes expelindo os resíduos que se prendiam entre os mesmos. Na décadas de 1840 e 1850, Forster esteve no Brasil, para ajudar nos negócios de um tio que vendia móveis.

Forster, em Pernambuco, encantou-se com a beleza dos dentes das mulheres brasileiras que usavam palitos de salgueiro. De volta aos EUA, contratou um inventor de máquinas que possibilitasse a criação de um equipamento de produção de lascas de madeiras.
Em 1870, já produzia mais de 1 milhão de palitos de dentes  por dia com qualidade e ótimos custos, mas ainda encontrava dificuldades para encontrar o seu público.

 A solução para propagar o seu invento e criar o hábito do uso do palito de dente, Charles Forster encontrou na idéia de contratar jovens para almoçar em restaurantes de Boston e no fim da refeição exigir um palitinho de dente.

Dias depois da encenação “publicitária”, se assim podemos dizer, Forster visitava os mesmos restaurantes munido de seus produtos que logo eram adquiridos para serem ofertados aos clientes do estabelecimento. A tática deu certo, as vendas aumentaram e já estava instituída a necessidade do “palitinho de dente”.
Charles Forster faleceu em 1901, milionário e deixando o filho Maurice como herdeiro do negócio que se tornou rentável em escala mundial. Em 1992, a empresa se fundiu com outro grupo empresarial e atualmente pertence à marca Jarden.

Apesar de tanto sucesso e ainda ser encontrado em alguns lugares junto com saleiros, o palito de dentes JAMAIS deveria ser usado para remover resíduos dos dentes. Eles estão em alguns restaurantes e lanchonetes para outras finalidades, podem ter certeza.

 O palito causa ferimentos nas gengivas, sangramentos e até mesmo gengivites.
Se você estiver em um restaurante e sentir que algo está preso entre os dentes e incomodando, pelamordedeus, não caia na tentação de usar palitos na frente dos outros, mesmo que sejam seus amigos. Nem pense também em usar fio dental na frente dos outros!! Vá para o banheiro, faça um bochecho e remova o incômodo. Para tanto é bom sempre andar com fio dental na bolsa...

A saúde das gengivas e dos dentes dependem do correto uso da escova e fio dental. Veja no vídeo:

video

Se você usa aparelho ortodôntico, mais um motivo para não usar palitos. O seu uso pode danificar seu aparelho. Faça bochechos vigorosos  com água para tentar eliminar os resíduos. Em seguida escove e depois passe o fio dental.



Fontes de pesquisa: Revista Superinteressante e Wikipedia

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Vale a pena pechinchar no dentista?

Se eu quero comprar uma TV nova, saio por todas as lojas possíveis para verificar os preços e comprar uma.
Suponhamos que quero uma TV de 32 polegadas. O valor da TV de 32 polegadas LG é 2x e a de 32 polegadas CCE é 1x. Na pesquisa das marcas, ganha disparado a LG que fabrica excelentes televisores. Mas eu ainda estou achando caro o televisor na loja A. 
Vou então para a loja B e encontro a TV 32" da LG bem mais barata que a TV 32" LG da loja A. Onde comprarei a TV? Prefiro então comprar na loja B, pois é O MESMO PRODUTO.

Pode-se fazer o mesmo com médicos e dentistas?
Vários são os casos de lipoaspiração que não deram certo. E o que aconteceu? A fulana interessada em fazer uma plástica procurou um preço mais barato e o Dr. não estava devidamente preparado para fazer uma cirurgia plástica mais complexa.

Muitas pessoas procuram dentistas dessa forma, chegando na recepção e perguntando:
- O Dr. cobra consulta?
- Qual o valor da manutenção do aparelho? E se eu colocar um aparelho só paga metade?

Muitas vezes as pessoas sequer vão ao consultório e tentam resolver tudo por telefone.

Dentistas não são como lojas de eletrodomésticos e seus produtos não são iguais às televisões.

Existem dentistas que trabalham com amor à profissão e procuram executar serviços o melhor possível.
Infelizmente existem dentistas que executam determinados serviços somente para ganhar um pouco a mais.

Vale a pena pechinchar?
Sim, claro que vale. Mas isso você deve fazer no seu dentista de confiança. Naquele dentista onde você está acostumado a fazer tratamentos sempre e não sair por aí abrindo a boca para todo mundo, para ver quantas cáries tem e "que tipo de aparelho vai usar".

Não se esqueça que um profissional é muito diferente do outro. E que existem muitos tipos de materiais a serem usados para um tratamento odontológico. E que somado a tudo isso há a habilidade, carinho e dedicação de cada dentista, ou médico, ou enfermeiro ou seja lá o que for. Some-se a tudo a honestidade e o caráter de cada um...

Raciocine sobre tudo isso. 
Se for para pechinchar pechinche com quem você já conhece. Informe-se cuidadosamente sobre os profissionais com quem deseja tratar-se, procure fazer tratamento somente com aqueles que forem indicados.

Não caia no truque de aparelho grátis, da manutenção barata...

É isso aí!

Para quem quer ter um belo sorriso pagando pouco:

 https://www.facebook.com/odentistapopular?filter=1